quinta-feira, 29 de março de 2012

Doutrina da salvação

Existe pelo menos 3 importantes teorias para o assunto Salvação.
Não vou me apegar aos detalhes, pois aí o texto não teria mais fim e nem quero me aprofundar muito no assunto.
1- Arminianismo, que nada mais é do que a doutrina do livre arbítrio.
2- Predestinação ou Eleição, ensinando que Deus escolheu os que haverão de salvar-se e já condenou o outro grupo.
3- Universalismo, todos serão salvos independentemente se aceitaram ou não, se foram eleitos ou não.

Eu parto do princípio que se há duas ou mais doutrinas é porque o assunto não foi explicado com exatidão ou simplesmente porque não tem relevância; ou por ser simples, porém de difícil compreensão.
Enfim, se existem doutrinas é porque existem contradições em todas elas.
Por que ninguém doutrina o amor, por exemplo?
Porque o amor é absoluto e nele não há nada o que acrescentar ou retirar, é pleno.
Outro fator importante é saber que todas as doutrinas tem embasamento bíblico, não foram tiradas do nada.
Então, vamos a elas?
O arminianismo ou livre arbítrio talvez seja a doutrina mais aceita entre os fiéis por se parecer muito com nosso sistema jurídico onde cada um sofre punição segundo seus feitos.
Mas, o arminianismo peca na lógica divina de justiça, porque Deus não é um juiz qualquer, é um pai julgando as ações de seu filho.
O arminianismo, ao meu ver, isola a parte fraternal divina e passa a enxergar Deus não como pai.
Pra resumir, pergunte a qualquer pai e mãe o seguinte:
Você já castigou seu filho com um castigo do qual ele não tem opção de aprender com seu erro e vir a se tornar alguém melhor? Você daria a seu filho um castigo de morte e destruição?
Em todos os casos que fiz essa pergunta, a resposta foi unânime, um uníssono NÃO!

A predestinação me parece mais razoável porque ela aceita o fato do homem não ser o tutor da sua salvação, e realmente não é.
Os princípios são interessantes. Calvino é um cara que entende a vontade de Deus, mas até certo ponto.
Oras, Calvino, se tu aceitas que a vontade do pai criou vasos para honra e vasos para desonra, por que não aceitas que a mesma vontade do pai é que todos se salvem?
O que vale na doutrina da eleição é sempre a vontade soberana de Deus, exceto essa vontade "que todos sejam salvos".
Irônico, não?

O universalismo soa como a mais gritante de todas as heresias.
Nessa hora você deve estar pensando "como? Deus salvará a todos? Então por que sacrifício? Por quê eu não to na balada com o Michel Teló já que ele tbm será salvo (não merecia por causa dessa música chata)?"
São muitos porquês pra responder aqui e não sou universalista.
O calcanhar de aquiles do universalismo é simplesmente a ideia absurda da salvação ofertada a todos.

E então? Como vou entender salvação?
Simples, partindo da lógica do espelho (e aqui nasce outra doutrina).
Sente-se na frente do espelho e olhe fixamente pra ele.
Ninguém conhece melhor essa pessoa do que aquele q está olhando, então diga:
Essa pessoa realmente merece ser salva?
Perceba que toda nossa tentativa de entender salvação jamais sairá do campo do merecimento, pq é assim que nós somos e recebemos nossa educação: o mérito.
O que eu quero te dizer aqui é simplesmente que por qualquer q tenha sido o motivo, Deus te agraciou com a salvação.
As doutrinas servem apenas pra tentar dar esse motivo.
Mas sinto ter que te dizer isso: os motivos não existem.
O Deus misericordioso que agracia com a salvação, esse sim é real.
Agora, responda a si mesmo essa última pergunta:
Se vc, com todos os problemas que tem, diante de tudo que já fez ou faz, mediante a todo mal que já cometeu e comete, com toda sorte de desejos egocêntricos que vc tem, diante de tudo isso, Deus te salvou, então acaso ele não faria o mesmo por quem quer que seja?

4 comentários:

Eros Diego disse...

Olá Thiago, tudo bom?

Li o texto postado aqui sobre salvação e gostaria de fazer umas observações pessoais. Em uma parte do texto está escrito o seguinte:

"Oras, Calvino, se tu aceitas que a vontade do pai criou vasos para honra e vasos para desonra, por que não aceitas que a mesma vontade do pai é que todos se salvem?
O que vale na doutrina da eleição é sempre a vontade soberana de Deus, exceto essa vontade "que todos sejam salvos".
Irônico, não?"

Não concordo com esta afirmação pois não vejo base bíblica para:

1°-)Dizer que Deus é Pai de todos indistintamente (o que também é citado no texto)

2°-)Aceitar esta contradição que diz que a mesma vontade que determinou criar vasos para uso honroso e vasos para uso desonroso, também quer que todos os homens se salvem. Além de ser isto incoerente, também não há um fundamento bíblico para isto (acredito que a base usada para dizer que Deus quer que "todos os homens sejam salvos" é 1Timóteo 2:1-4) Texto este que uma vez estudado levando em conta seu contexto e a palavra grega "Todos" fica esclarecido que não são todos os homens da raça humana ou todos os seres humanos que Paulo tinha em mente e está se referindo ali. Enfim, Deus antes de criar o Universo e a raça humana decide criar um povo para se revelar de uma maneira geral incluindo seu ato gracioso de salvação que envolvem atributos que fazem parte de seu caráter e o restante Ele cria para que os objetos de seu amor conheçam seus demais atributos que envolvem "ira, justiça, juízo, vingança, cólera, ódio, zelo, soberania" e o glorifiquem como Ele realmente é, o único Deus. Como Ele já os criou com destinos e propósitos diferentes e antes da criação do mundo já havia até providenciado redenção em Cristo para os vasos de misericórdia, sabendo de tudo que aconteceria (pois Ele mesmo planejou e decretou tudo) e deixando de fora os demais da obra redentora de Cristo, seria incoerente afirmarmos que Ele quer que os mesmos que foram rejeitados e criados para uso desonroso sejam salvos, pois a salvação dos mesmos dependeria dEle e não deles, como Ele quer que eles se salvem se Ele não os incluiu em seu plano salvífico?! Isso não casa. Portanto Deus nunca quis que todos os seres humanos fossem salvos, e em nenhum lugar nas Escrituras é afirmado que na vontade soberana de Deus Ele quer que todos sejam salvos, pois se Ele assim quisesse Ele os teria incluído no sacrifício de Cristo que foi conhecido com efeito antes da criação do mundo (1Pedro 1:19,20), Ele incluiria seus nomes no Livro da Vida do Cordeiro que foi escrito desde a criação do mundo (Apocalipse 13:8), Ele incluiria estas pessoas em seu povo, pelo qual foi enviado Jesus com a missão de salvá-los de seus pecados (Mateus 1:21), enfim, Deus quer e quer tanto que já pré-determinou desde a eternidade que o seu povo escolhido para a vida eterna seja salvo, e eles agora no tempo serão salvos por meio da fé em Cristo. Se quiser conversar mais sobre os versículos bíblicos que trazem a palavra "todos" entre em contato comigo: eross2jesus@hotmail.com. Será um prazer serví-lo de alguma maneira.

Um abraço

Eros.

Lucas Lima disse...

Olá, agradeço a participação.
Bom, Deus é pai a partir do momento que toda criação é obra de suas mãos, ou estou enganado?
A palavra "todos" ali no texto em grego é "pas" que de acordo com o dicionário é:
1) individualmente 1a) cada, cada, qualquer, tudo, a todos, toda, todas as coisas, tudo 2) coletivamente 2a) alguns de todos os tipos.
Minha dúvida quanto a isso é: Como vcs determinam que o significado do termo não quer dizer exatamente TODOS, mas sim "TODOS em ALGUNS"?
E o texto de forma alguma determina que serão salvos todos, apenas revela que a salvação é obra divina e Deus é soberano em sua vontade pra salvar um, todos, alguns ou ninguém.
Os critérios são dele.

Eros Diego disse...

Vamos lá...

Em primeiro lugar, o fato de tudo ser obra das mãos de Deus o torna Criador e não Pai, pois Ele criou e trouxe tudo a existência do nada "Ex-nihilo", e não gerou, as Escrituras dizem que Deus é Pai somente daqueles que por sua própria decisão Ele "gerou" (Tiago 1:18), e por Sua livre vontade em Cristo Ele determinou "adotar" como filhos (Efésios 1:5). Em segundo lugar, existem muitos versículos no Novo Testamento que trazem a palavra "TODOS OS HOMENS", sua pergunta é como eu determino o significado de "TODOS", é simples, analisando o contexto do versículo em que a palavra apareceu. Veja alguns versículos que contém a palavra "TODOS OS HOMENS".

Romanos 5:18: Conseqüentemente, assim como uma só transgressão resultou na condenação de todos os homens, assim também um só ato de justiça resultou na justificação que traz vida a TODOS OS HOMENS.
(Sabemos que a justificação conquistada por Cristo não trouxe e nem trará vida a TODOS OS HOMENS indistintamente, a Bíblia deixa isso bem claro.)

João 1:7: Ele veio como testemunha, para testificar acerca da luz, a fim de que por meio dele TODOS OS HOMENS cressem.
(A Bíblia deixa bem claro ainda no próprio evangelho de João capítulo 3 que nem TODOS OS HOMENS creram em Jesus na própria época em que Ele esteve aqui em carne, e assim em toda a história da humanidade a maioria não creu e nem crê nEle, ainda em nosso dias.)

João 1:9: Estava chegando ao mundo a verdadeira luz, que ilumina TODOS OS HOMENS.
(Estranho, porque em João 3:19,20 a Bíblia afirma que os homens odiaram a luz, amaram mais as trevas do que a luz e não quiseram nem se aproximar dela, como então TODOS OS HOMENS são iluminados por algo que rejeitaram e odiaram, e se de fato TODOS os seres humanos foram iluminados porque será que a Bíblia ainda diz que muitos estão cegos e estão em trevas?!)

1Timóteo 2:1 Antes de tudo, recomendo que se façam súplicas, orações, intercessões e ação de graças por TODOS OS HOMENS;
(Se aqui Paulo está recomendando que façamos súplicas, orações, intercessões e ação de graças por TODOS OS HOMENS indistintamente, isso seria impossível, nem conhecemos TODOS os seres humanos, nem teríamos tempo para isso e ainda isto geraria uma grande contradição com outros textos bíblicos).

Mateus 10:22: Todos odiarão vocês por minha causa, mas aquele que perseverar até o fim será salvo.
(Será que TODOS OS HOMENS da humanidade odiaram e odiarão os discípulos de Cristo???)

Mateus 21:26: Mas se dissermos: ‘dos homens’ — temos medo do povo, pois todos consideram João um profeta".
(TODOS OS HOMENS na época consideraram João como profeta?!)


Bom, acho que já está bom, a palavra grega "Pas" tem sentidos diferentes, por isso deve ser analisada de acordo com o contexto geral, se você quiser saber meu ponto de vista do versículo de 1Timóteo 2, é só falar... Estou aberto para conversarmos o que for necessário.

Um abraço!

Thiago Lima disse...

Ainda não vejo diferença entre "pai" e "criador".
Deus não deixa de ser criador mesmo sendo pai e não deixa de ser pai mesmo sendo apenas criador.
Pai, num entendimento maior, mais amplo, é aquele que cria, que instrui, que da vida, etc.
Eu já havia pesquisado o significado do termo "Pas" antes e vi outros textos das escrituras tbm. Alguns textos fica claro que "todos" não se refere a "todos" literalmente, é usado como uma força de expressão, mas outros em questão não é tão óbvio assim e isso fica parecendo meio conveniente interpretar tbm como força de expressão.